Você é nosso visitante de número

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Ação de Despejo


Introdução: Neemias teve três grandes inimigos na reconstrução dos muros de Jerusalém: Gesém, Sambalate e Tobias. Dos três, o pior era Tobias: Mau, fraudulento, imprestável, politiqueiro, ciumento, etc. O que ele fez?

1) Era dissimulado, seu nome significava: “O Senhor é bom”. Se aliou a inimigos, numa amizade de conveniência. Os três não se suportavam. Gesém era arábio, Sambalate era horonita (Bete-Horon) e Tobias amonita.

2) Táticas usadas pelos inimigos:

a) No sonho da obra: Zombaria e desprezo: Insinuação de rebelião ao rei.

b) No meio da obra: Minimização de capacidade: Uma raposa derruba o muro. Ira pelo progresso da obra, unindo-se para pará-los a todo o custo.

c) No final da obra: Vem congregar com a gente. Vamos fazer um culto juntos: Estou fazendo uma grande obra. Não posso parar.

d) No acabamento: profetas falsos, subornados para levá-lo ao templo, fazendo-o pecar contra Deus e encerrar o projeto.

3) O inimigo vai tentar por fim participar da benção que Deus te deu. Por anuência do sumo sacerdote Eliasibe vai morar nas dependências do templo, aproveitando-se da ausência de Neemias. Ele nunca desiste.

4) Neemias foi enérgico e fez o despejo da Casa de Deus: “Fiquei muito zangado e joguei fora tudo o que tinha no quarto. Então exigi que o quarto fosse purificado completamente...”.

Nenhum comentário: