Você é nosso visitante de número

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Tirando o Veneno



Texto: (II Rs.4:38ª41)


Introdução: Imagine ter a vida envenenada inocentemente. Comer algo que possui veneno sem ter culpa alguma. Assim estavam os aprendizes dos profetas, quando tentaram saciar a fome com coloquíntidas (pepinos amargos). Vamos ao texto:

1) Cuidado quando estiver com necessidades. Pode comer veneno pensando que é comida (Prov.27:7). O texto diz que havia fome no lugar (38).

2) Não pense que por que tudo mundo faz há segurança. Nem sempre a multidão está com a razão. O almoço coletivo foi uma frustração.

3) Não é por que comungam do mesmo ideal que deve-se acreditar.

Cuidado, ele saiu para apanhar ervas mas trouxe frutos de uma parra brava (39).

4) Não seja o primeiro a provar. Só faça se a experiência se comprovar que deu certo, Não se precipite. Se informe e avise os outros (Prov.27
:12) (40).

5) Não descarte algo que tenha veneno de imediato. Espere a ação curadora de Eliseu (Espirito Santo), com farinha (Palavra de Deus) na panela (41).

Nenhum comentário: