Você é nosso visitante de número

terça-feira, 27 de abril de 2010

Tesouros em Vasos de Barro


Introdução: Em um processo de seis dias, Deus criou o mundo, culminando com a criação do homem, a quem constituiu como a glória máxima de toda Sua obra:

a) Criando-o à sua imagem, conforme a sua semelhança (Gen.1:26)

b) Dando-lhe domínio sobre todas as coisas (Gen.1:28)

c) Colocando-o como coroa de sua criação (Sal.8:5)

d) Fazendo-o pouco menor que os anjos (Sal.8:5)

A matéria prima utilizada por Deus para a criação desse ser, foi o desprezível pó da terra. Deus tinha a sua disposição outros materiais para faze-lo, tais como:

a) Ouro (Gen.2:12) - Não o fez de ouro pois o mesmo simboliza a sua glória, e Ele não a dá a ninguém, e para lembra-lo que ele não é nada (Is.42:8, Ec.12:7)

b) Prata - Esse minério simboliza a redenção e, o homem, por mais bem intencionada e melhor posicionado socialmente, nunca, jamais a conseguiria com seus méritos ou esforços pessoais (Sal.49:6a8).

c) Pedras Preciosas - Simboliza a ação do Espirito Santo, e o homem, jamais conseguirá produzir algo para Deus sem o seu indispensável auxílio (Sal.51:10,Luc.4:18).

O crente em Cristo é representado na Bíblia como um vaso:

· "Disse-lhe porém o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel (At.9:15).

· "Ou não tem o Oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para deshonra?" (Rom.9:21).

· "Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra" (II Tes.4:4).

· "De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso de honra, sanficado e idôneo para uso do Senhor e preparado para toda boa obra" (II Tim.2:21).

VASO DE BARRO - simboliza a fragilidade humana, e o imenso poder de Deus, que a qualquer momento pode quebra-lo e o refazer segundo a sua vontade. Veja o exemplo de Jeremias na casa do oleiro: "...tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que parecem bem fazer" (Jer.18:4).

Os vasos nos tempos bíblicos, não eram como atualmente, usados mais como adereços e enfeites domésticos, pois eram usados como recipientes e depósitos. Os mais feios eram usados até mesmo como depósitos de lixo, daí a expressão de Paulo: "...uns para honra e outros para deshonra" (Rom. 9:21).

Os vasos da casa de Deus tem muito valor, pois o rei Belssazar foi duramente castigado pelo Senhor, ao usa-los no seu "carnaval" imoral e pecaminoso (Dan. 5:2).

Existe apenas um fator determinante, que mostra qual é para Deus o vaso que tem mais valor na sua casa: O que tem mais azeite (Mat.25:1a10).

O que tem feito mais falta hoje na igreja do Senhor, é os vazos para serem cheios, pois o azeite é ilimitado e está a jorrar abundantemente: "...e sucedeu que, cheios que foram os vazos... Então o azeite parou" (II Rs.4:6).

Mensagem ministrada na manhã de avivamento da AD de Betim/MG

Nenhum comentário: