Você é nosso visitante de número

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Vitorioso no Meio das Tentações

Texto: (Lc.4:1ª13)

Introdução: Tentação é uma disposição de ânimo para a prática de coisas diferentes ou censuráveis. É um desejo impetuoso, forte e vigoroso. Duas coisas a considerar:

a) Tentação não é pecado. No seu primeiro estágio ela é aceitável. O perigo é quando ela evolui e convida uma perigosa família para fazer parte do negócio (Tg.1:14e15).

b) Todas as tentações estão dentro da esfera de nossos limites. Não tem essa de dizer: "Ah! Foi mais forte do que eu" (I Co.10:13)

Três cuidados necessários em relação à tentação

1) Cuidado ao satisfazer suas necessidades básicas e instintivas (2e3)

- Jesus estava com fome, mas nem por isso se deixou levar pelo método que o diabo ofereceu:

a) Fez água virar vinho para atender um casamento (Jo.2).

b) Multiplicou pães e peixes para atender uma multidão (Jo.6). Ele vivia para servir aos outros e não a si próprio.

- Frases perigosas:

a) Vou fazer, estou sozinho e carente, ninguém está vendo e estou necessitado.

b) Vou fazer, não importa os meios, Deus sabe que preciso.

c) Ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão. (Cuidado, ladrão que rouba ladrão, é ladrão também).

2) Cuidado com supostas promoções que possam trazer bem estar e vantagens pessoais (5 e 6).

a) O diabo tenta encurtar o caminho, sem precisar de cruz, indo direto ao trono de glória. b) Jesus sabia que a distância era longa (Ap.11:15)

3) Cuidado em banalizar o poder e o cuidado de Deus (9ª12)

a) Não queira fazer algo desnecessário apenas para aparecer seu nome (não pule do templo).

b) Não queira exibir sua espiritualidade, nem ser mais santo do que ninguém (Pv.16:18).

Mensagem ministrada em nosso culto de ensino... Deus falou com seu povo...

Nenhum comentário: