Você é nosso visitante de número

quinta-feira, 27 de junho de 2013

"Se não tiver espaço pra mim eu racho a igreja no meio"


Vi nas redes sociais tal frase como sendo dita pelo Pr. José Wellington Bezerra da Costa, presidente da CGADB, e tentei ler as matérias, e descobri tendenciosidade absoluta em todas elas. Em todas as matérias escritas sobre isto pinçavam uma frase aleatoriamente solta: "...Pr. José Wellington abriu um precedente abominável e acabou executando o que ele já havia citado em algumas reuniões da mesa diretora, “Se não tiver espaço pra mim eu racho a igreja no meio. Frase esta que teria sido falado pelo próprio Pr. José Wellington segundo sites e blogs de pastores da Convenção".

Busquei vários blogs de pastores da convenção (inclusive os que se opõe ao presidente) e não vi tal frase. Entendi que é mais um factóide criado para colocar gasolina na fogueira. Nunca gostei de opinar sobre isto mas, vamos aos fatos:

1) Á partir das redes sociais, as pessoas se sentem um pouco mais livres para dar vereditos à partir do que lêem, sem fazer nenhum juízo ou tentar filtrar verdades ou mentiras. Simplesmente engolem e propagam, haja vista, ter visto inúmeras pessoas fazendo ácidos comentários à revelia, sem nem perceber que tal frase estava solta e sem nenhuma credibilidade, pois fontes assim não são confiáveis.

2) Conheço Pr. José Wellington, pois me criei na AD Belenzinho e sei que jamais ele diria uma palavra dessas. Em que pese as discordâncias de alguns aspectos e rumos tomados. Veja que quem escreveu tal matéria, nem mesmo o procurou para ouvir sua versão, como manda o bom jornalismo. Simplesmente publicou, pois a frase foi dita por "sites e blogs de pastores da Convenção".

3) Estamos entrando numa área perigosa, advertida pelo própria Senhor Jesus como pecaminosa, ou como escreveu o Pr. Ciro Sanches Zibordi: "Segue-se que julgar segundo a reta justiça é julgar qualquer fato com honestidade, retidão, justiça, etc. Em contraposição, o julgar constante da primeira citação bíblica equivale a caluniar, difamar, julgar de maneira apressada, sem fundamento, propagar suposições como se fossem notícias verdadeiras".

4) Está na hora de pararmos um pouco de engolir tudo o que dizem, a pretesto da onda de protesto que toma conta do Brasil, trazer para os meandros da igreja. A Igreja de Cristo não pode entrar nesta "onda", mas seguir em oração para que o Senhor intervenha.

5) Não quero polemizar ainda mais, mas será que os opositores da CGADB seguem uma linha de conduta tão ilibada assim? de que acusam o Pr. Wellington? De continuísmo? Será que eles querem alternar a presidência de suas igrejas também? De conservadorismo? Será que G12, unção de apóstolos, e outras cositas mais são aceitáveis? Vamos pensar direito.

Que o Senhor Deus nos dê discernimento, equilíbrio e sabedoria para enfrentarmos dias tão conturbados.

Em Cristo,

Pr. Josias Almeida

Nenhum comentário: