Você é nosso visitante de número

segunda-feira, 25 de março de 2013

CUIDADO COM OS AMIGOS DE JÓ (OU AMIGOS DA ONÇA???)



Auto-intitulados esclarecidos são os que esmiúçam a vida alheia procurando causas para dores sem resposta. Buscam convencer que a miséria é justificada por nosso atos e, que nos ordenam a engolir a dor, as lágrimas, a tristeza. Não querem se incomodar com gemidos e choros. Brincam com chavões e versículos fora de contexto para nos acusar de injustiças cometidas.


Os amigo de Jó quando vêem um cego de nascença, buscam entender com Jesus onde está a causa, quando ela nem sempre existe nos pecados de um ou outro. Narcisistas e invejosos, aproveitam o momento do caído para acusá-lo, detratá-lo, esquecendo que aquele mesmo Jó foi, um dia, conselheiro deles.



Fazendo coro com a mulher de Jó, ficam na expectativa do fim do moribundo, para continuar suas vidas entre os eleitos que até o momento nada sofrem. Esquecem que a miséria pode estar a um segundo de distância. 



Não choram com os que choram: não querem ser associados com esse tipo de situação impopular e incômoda. Mas o que não sabem é que, por melhor que seja seu discurso e oratória, precisarão, diante do Deus que dizem defender, da intercessão do miserável que afligem, pois este sim é o que está agradando-O.



Os amigos de Jó somos nós, eu e você, cheios de escusas quanto a fazer isso ou aquilo pelo reino. Gente que Gandhi dizia ser o grande problema do cristianismo: “cristãos”. Gente que torna a dor de Jó muito maior, por não se importarem com ela, por mais piedosos que pareçam seus conselhos.



Na verdade não são amigos coisa nenhuma. Embora se auto-proclamem assim, são na verdade, AMIGOS DA ONÇA!!!